Notícias e Artigos

4 de setembro de 2017

Fazendário gerenciou a criação do “Busca preço Amazonas”

Resultado do trabalho de uma série de servidores do Departamento de Tecnologia da Informação (DETIN), da Sefaz-AM, o “Busca Preço Amazonas” disponibiliza dados fundamentais ao mercado consumidor amazonense. Com isso, cumpre-se um dever social para com os moradores do Estado, conforme o gerente de desenvolvimento do DETIN e filiado do SIFAM, César Andrade. “Essa ferramenta permite conhecer as opções e os valores praticados em todo o Estado para determinado produto, o que facilita a pesquisa do consumidor”, esclareceu ele.

Ao exemplificar para a reportagem, Andrade buscou no site por um determinado remédio e obteve uma variedade de pontos de venda em que é possível adquirir o produto por preços que variavam entre R$ 25,00 e R$ 58,00. “Dar essa oportunidade de acessar esses dados, especialmente para as pessoas de baixa renda, é uma contribuição para a sociedade que a Secretaria presta. A verdade é que não estamos aqui somente para arrecadar impostos”, ressaltou.

Equipe

Na elaboração do programa houve um time de profissionais envolvidos e cerca de cinco pessoas a frente de cada etapa. Enquanto uns atuavam na programação da ferramenta outros cuidaram de todo design. Houve também, os responsáveis pela criação de um modelo de banco dados, mais profissionais trabalharam na infraestrutura do próprio site para que ele pudesse suportar uma grandes quantidades de acessos sem sair do ar. Na gerência do trabalho, esteve César Andrade, que acompanhou todo o processo, deu ideias e administrou o trabalho das equipes para chegar ao resultado apresentado ao Estado na última sexta-feira, dia 1 de setembro.

Entretanto, de acordo com o gerente, o site vai receber atualizações em breve. “Vamos adicionar um localizador”, adiantou ele. A novidade vai apontar o local dos comércios em um mapa, além disso, vai priorizar a busca no raio de 10 km da localização do consumidor que estiver usufruindo da ferramenta. Outros melhoramentos que ajudarão o contribuinte a economizar na hora das compras serão adicionadas ao “Busca preço Amazonas”, mas as demais otimizações da ferramenta serão reveladas futuramente, conforme Andrade.

“Lançamos um site com um modelo básico para irmos aprimorando ele com o passar do tempo. Ainda não temos o aplicativo, mas preferimos não esperar termos uma equipe com know hall para criar um aplicativo completo, com diversas opções tecnológicas. Apresentamos o que temos hoje e a opção já se mostra um auxílio para o contribuinte”, explico César Andrade.

Parceria com a NFE

A maior base de Notas Fiscais Eletrônicas (NFEs) do Brasil está no Amazonas, revelou Andrade. Por isso, não havia motivo para não disponibilizar essas informações ao contribuinte, pensou Andrade, principalmente pelo fato dessa abrangência de NFE não ser uma realidade em outros Estados, que perseguem alcançar o mesmo desempenho. O gerente explicou também que apenas os comerciantes e lojistas que fornecem a Nota Fiscal Amazonense (NFA) que estão com seus produtos disponíveis na plataforma da Sefaz-AM. Portanto, agora, fornecer a nota do produto é colocar o negócio cada vez mais presente para o compradores do Amazonas devido essa nova ferramenta.

Comentários!

Deixe seu comentário.

Notícias e Artigos

Faça parte dessa história!

Filie-se ao sifam

BAIXE AQUI A FICHA PARA FILIAR-SE AO SIFAM

Filiado à:

Desenvolvido por:

Soma Virtual