Notícias e Artigos

30 de novembro de 2017

Nota de esclarecimento

Após o incidente ocorrido na manhã do dia 27/11/2017, entre o Diretor Financeiro, e o Presidente deste sindicato, a diretoria vem se manifestar no sentido de esclarecer o ocorrido, bem como se pronunciar sobre o “comunicado de renúncia” do Diretor Financeiro que circula em mídias sociais.

Naquela manhã, reuniram-se os diretores com a finalidade de se dirigir até o Secretário de Fazenda, para tratar de assuntos de interesse do SIFAM. Na ocasião, dentre alguns assuntos falados, surgiu a “venda” ou “aluguel” da antiga sede do SIFAM, neste momento, o Diretor Financeiro, de forma agressiva e bastante autoritária, questionou o Presidente sobre o porquê da sede estar sem placa de venda ou aluguel. Nesse momento surgiu uma certa discussão entre os dois diretores (financeiro e presidente), onde o Diretor Financeiro entonou seu tom de voz de forma desrespeitosa.

A partir dessa discussão, iniciou um bate-boca, levando os dois envolvidos a quase vias de fato, no entanto, na sala continham 8 pessoas, entre diretores e colaboradores do SIFAM, que a tudo presenciaram. O que houve foi agressão verbal por parte dos dois envolvidos, e muito empurra-empurra de todos os presentes para se evitar que os dois envolvidos fosse realmente às vias de fato. E nesse tumulto, o Diretor Financeiro acabou por se machucar, mas não por ter sido alvo de socos e pontapés, como pode ser totalmente comprovado por todos os presentes.

É lamentável o ocorrido, a luta que os diretores encampam são outras, de caráter sindical. No entanto, estamos diante de dois seres humanos, que estão passíveis de erros. O presidente não exime sua responsabilidade em ter se deixado levar pelo destempero do colega, e por ter cedido às provocações, que eram no sentido de desrespeito, e não de possível protesto.

Fato semelhante já havia acontecido entre o Diretor Financeiro e o Diretor Jurídico, onde aquele em claro sinal de desrespeito com o colega, apontou-lhe o dedo na cara, tentando naquele momento iniciar um bate-boca, no entanto, o Diretor Jurídico, não cedeu as provocações, evitando que um possível desentendimento ocorresse.

O presidente, se desculpa com todos os associados que vieram a ter conhecimento dos fatos, estes de maneira controvertida, e que foge da verdade. Ressaltando, que em momento algum houve prejuízo material aos bens do SIFAM, como relata o então Diretor Financeiro, que por estar magoado, se utiliza de inverdades, e ataca esta Diretoria como um todo de forma leviana.

Adentrando no mérito das alegações que prejudicam, não a pessoa do Presidente, mas da Diretoria como um todo, e principalmente dos associados, e a boa fama do SIFAM, esclarecemos que:

  1. Não houve, até a presente data, qualquer desentendimento entre a Presidência e os Diretores, nem tão pouco entre os colaboradores, e os prestadores de serviço.
  2. Quanto às viagens que são realizadas pelos diretores do SIFAM, é de conhecimento de todos que além das causas locais, enfrentamos também lutas advindas a nível federal, que acabam atingindo os servidores fazendários. Todas as despesas são justificadas, não existe nada de duvidoso ou imoral, tanto que se fosse, o Diretor Financeiro não emitia sua assinatura em conjunto, já que ratifica toda parte financeira do SIFAM, se houvesse algo de errado, porque esperaria um desentendimento para trazer possíveis irregularidades a tona, estaria sendo conivente? Os valores informados foram claramente manipulados para gerar espanto aos associados, sendo os reais valores divulgados em momento oportuno conforme determina o estatuto. As viagens realizadas são de extrema importância, temos conseguido grandes conquistas, tais como a PEC 186, a inclusão da carreira de arrecadação e finanças no estatuto da CONACATE, audiência com o relator da reforma tributária, dentre outras que só fortalecem as lutas sindicais.
  3. Sobre o Processo da URV, não houve tentativa de penalização da conduta do Diretor Financeiro, e sim uma reunião da diretoria para que fosse tratado o assunto da veiculação via WhatsApp, de uma lista contendo valores nominais de cada servidor fazendário no que se refere ao processo da URV. Na ocasião foi trazido as consequências negativas advindas da publicação irresponsável da citada lista, pois não houve autorização de nenhum associado para que seu valor individual fosse levado ao conhecimento de toda categoria e ao público, já que a referida lista circulou por várias mídias. Não se trata de transparência, e sim de irresponsabilidade, o que poderia gerar consequências negativas ao SIFAM. Diferente do alegado pelo então diretor, não se trata de informação sobre andamento processual, e sim de informações individuais de cada associado.
  4. Quanto a suposta transformação do SIFAM em escritório jurídico para filiações e promoção pessoal do Presidente, lamentamos que o então diretor seja tão desleal, e controverso ao mesmo tempo, pois no início do seu texto, informa que as filiações foram feitas, frutos do seu empenho, por motivos éticos e coletivos. Tanto é verdade, que as filiações eram feitas, muitas vezes, pelo próprio diretor financeiro, dentre várias idas e vindas a SEFAZ, não justificando autopromoção da presidência.
  5. Quanto a venda da sede antiga do SIFAM, foi autorizado em assembleia a venda dos bens móveis, e posteriormente a venda ou aluguel da sede. A primeira fase foi concluída, daríamos início então a segunda fase, que seria a destinação do prédio. O processo de catalogação e vendas dos bens móveis não é feito do dia para noite, requer tempo. E o Diretor tinha totalmente conhecimento, tanto que participou do processo.
  6. Quanto a reforma estatutária no sentido do suprimir o “auxílio funeral”, o tema foi discutido entre a diretoria, no entanto, não podemos ao bel prazer, retirar, e deixar de pagar, até porque é um benefício conquistado pelos associados através da sua contribuição mensal. Antes, devemos levar ao conhecimento dos mesmos, para aprovar ou não sua retirada.
  7. Todas as informações do SIFAM, são repassadas por mídia, informativo, e ainda por grupos de cada cargo, e todos com representante na diretoria. Portanto, não houve extinção unilateral de mídia social para que não houvesse críticas, pelo contrário, estamos sempre a disposição para atender e ouvir os associados, que tem livre acesso ao sindicato.
  8. Todas as publicações do SIFAM estão no site, bem como em informativos impressos. Não há qualquer promoção pessoal, são textos direcionados aos associados sobre ações do sindicato.

Ao final, conclui o então diretor que não há sentimento de raiva, apenas discorda das ações da diretoria. No entanto, sabemos que a conduta de alguém ao sair destilando ódio, inverdades, e fazendo falsas afirmações, tentando fragilizar toda uma categoria, não condiz com a atitude de uma pessoa sensata. Que no momento de raiva, tenta jogar toda uma categoria contra a diretoria.

Lamentamos profundamente que o desentendimento entre os dois associados, que fazem parte da diretoria tenha tomada proporções tão sérias. Chegando a propagar inverdades, e se utilizando de provas manipuladas para denegrir a imagem da diretoria do SIFAM, em especial do Presidente, a quem o diretor julgou ser inimigo declarado.

Causa perplexidade tudo que esteja acontecendo, pois, não muito longe, na semana passada, aniversário do Presidente, os diretores fizeram um vídeo de parabenização, no qual, cada um, de forma individual, mandou mensagem. Destacamos as palavras do Diretor Financeiro: “MEU CARO PRESIDENTE EMERSON QUEIROS, QUERIA TE DESEJAR TODAS AS FELICIDADES, QUE DEUS TE ABENÇOE, E QUE ESSES 43 ANOS DE EXISTÊNCIA, REALMENTE SE TRANSFORME EM COISAS BOAS, E QUE VOCÊ É UMA PESSOA ABENÇOADA VIU, EU SOU UMA PESSOA QUE LHE ADMIRA MUITO VIU, FELIZ ANIVERSÁRIO, VOCÊ TEM UM TÉCNICO E UM AMIGO NO SIFAM.”

 Diretoria do SIFAM

 

 

 

Comentários!

Deixe seu comentário.

Notícias e Artigos

Faça parte dessa história!

Filie-se ao sifam

BAIXE AQUI A FICHA PARA FILIAR-SE AO SIFAM

Filiado à:

Desenvolvido por:

Soma Virtual