Plano Amil SIFAM vai ter reajuste a partir de maio

A primeira reunião para definir o percentual de majoração contou a presença de filiados e da representante do Conselho Fiscal, Shirley Assis

Nesta terça-feira (26), aconteceu uma reunião entre a representante da Amil Saúde, Ana Carolina Franco, e o Sindicato dos Fazendários do Amazonas (SIFAM) para definir o reajuste nos valores do plano de saúde.

Além do presidente do SIFAM, Emerson Queirós, o encontro contou ainda com a presença da representante do Conselho Fiscal, Shirley Assis, e dos filiados usuários do plano, Anderson Rodrigues, Gilmar Jardim e Marco Antônio de Abreu.

O reajuste, ainda não acertado entre as partes, passará a vigorar a partir do mês de maio, data em que o contrato completa um ano de vigência. Conforme cláusula contratual, após esse período, o valor da assistência médica passa por correção de valores.

Ana Carolina Franco fez um balanço do uso do plano Amil e explicou que devido à sinistralidade acumulada nos últimos 12 meses que correspondeu a 118% (muito acima do padrão normal para o usufruto dos serviços oferecidos pelo plano, calculado em até 70%). Esse percentual de uso dos filiados, segundo a representante da operadora, pode elevar para até 57,94% o valor atual do plano.

O percentual não agradou os representantes do SIFAM, que pediram a revisão para baixo desse aumento, argumentando o crescimento no número de beneficiários que aderiram ao plano de saúde.

“Quando o contrato foi firmado, eram apenas 105 vidas. Atualmente, são 200 e com forte possibilidade de aumento efetivo no número de adesões. Por isso, vamos fazer uma contraproposta e a encaminharemos ainda nesta semana à sede da empresa, em Brasília”, explicou Emerson Queirós.

You may also like...

2 Responses

  1. Maria Emília diz:

    Ser diligente é agir dessa maneira. Parabéns ao nosso presidente.

  2. Maria Emília diz:

    Ser diligente é agir dessa maneira. Parabéns ao nosso presidente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.